loader image

TRATAMENTOS PARA OBESIDADE

Nos dias atuais muitas pessoas sofrem com a síndrome da obesidade. Porém, com o avanço da tecnologia e com o aprimoramento de técnicas da medicina, é possível fazer intervenções cirúrgicas para a redução de peso e melhora da condição endocrinológica e metabólica, com baixo riscos ao paciente.

A Cirurgia Bariátrica, conhecida popularmente como cirurgia de redução de estômago ou gastroplastia, é indicada para pessoas que enfrentam uma grande variedade de doenças causadas ou pioradas pela obesidade e que possuem dificuldade para emagrecer. Esse tratamento cirúrgico deve ser executado por um cirurgião experiente e seguir as indicações feitas pela SBCBM (Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica) chancelada pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) bem como pela ANS (Agência Nacional de Saúde).

Atualmente a indicação é de pacientes com IMC maior que 40 ou maior que 35 associado a doenças causadas pela obesidade ou agravadas por ela. Tratamento clínico por pelo menos 2 anos sem sucesso. Idade entre 18 e 65 anos. Nos casos de diabetes de difícil controle, a indicação da cirurgia pode ser feita com IMC acima de 30.

 

Técnicas da Cirurgia Bariátrica


Dentre as diversas técnicas de cirurgia bariátrica desenvolvidas, 2 são as mais utilizadas e conhecidas por cirurgiões de todo o mundo:

Sleeve Gastrectomia ou Gastrectomia Vertical

Consiste na remoção da grande parte do estômago, deixando o novo reservatório com formato tubular e alongado de volume entre 100 e 150 ml.

 

ByPass (Fobi-Capella, Wittgrove) ou Gastrectomia com Desvio Intestinal

É realizado o grampeamento do estômago criando um reservatório de aproximadamente 50 ml e o desvio do intestino delgado. A finalidade desta técnica é a restrição da quantidade de alimento ingerida e a diminuição de sua absorção. Promove um excelente estímulo metabólico.

 

Cirurgia Metabólica


Essa cirurgia é indicada para aqueles pacientes que tem diabetes tipo II e que não conseguem um manejo clínico adequado. A indicação, segundo a SBCBM e o CFM:

  • Diabetes mellitus tipo II
  • IMC entre 30 e 35 kg/m2
  • Idade entre 30 e 70 anos
  • Doença com menos de 10 anos
  • Avaliação e indicação por médico endocrinologista.

 

Cirurgia Revisional


A cirurgia revisional tem uma indicação bem pontual. Serve para aqueles pacientes que já fizeram a cirurgia bariátrica mas não evoluíram como o desejado.
Pode ser indicada em alguns casos de reganho de peso, nos casos de desnutrição, hipoglicemias recorrentes, controle metabólico inadequado, úlcera anastomótico, fístula gastrogástrica, refluxo severo, hérnias mesentéricas.

 

Cirurgia Robótica


Essa tecnologia se apresenta como um avanço para a cirurgia, uma vez que potencializa a atuação do médico, beneficiando diretamente o paciente.
Nesse tipo de cirurgia, o cirurgião comanda um braços robóticos através de um console, que permite simular os movimentos do punho com as pinças é uma visão 3D em 360 graus. O resultado é uma melhora da flexibilidade, angulação e precisão e por fim movimentos mais finos e precisos.
Os benefícios são:

  • Maior precisão
  • Menor sangramento
  • Melhor ergonomia para o cirurgião
  • Menos dor pós operatória para o paciente

 

Outros Procedimentos


Balão Intragástrico

Procedimento realizado por endoscopia em regime ambulatorial. O balão é introduzido no estômago e inflado com soro fisiológico. O objetivo é reduzir a capacidade do reservatório gástrico, diminuindo a ingesta alimentar.

Banda Gástrica Ajustável

A Banda Gástrica Ajustável é um dispositivo de silicone colocado na parte superior do estômago, por cirurgia vídeo-laparoscópica, destinado a desacelerar a digestão e estimular a saciedade precoce. A finalidade é criar um reservatório na parte superior do estômago com aproximadamente 30 ml. Assim, a pessoa ingere pouco quantidade de comida e fica satisfeita mais rapidamente.

“Bariclip” ou Clip Gástrico

Trata-se de um dispositivo de clampeamento gástrico temporário de contenção. É um mecanismo restritivo que reduz em 75% o volume gástrico. Sua aplicação é feita por videocirurgia.

Gastroplastia Endoscópica ou Endosutura Gástrica

É uma técnica endoscópica que faz uma sutura interna no estômago deixando sua forma tubular.

 

Dúvidas frequentes

  • A maioria dos pacientes perde de 50% a 80% do seu excesso de peso. Esta perda é muito acentuada nos três primeiros meses e depois é gradativa, de modo que, cerca de 1 ano e meio a 2 anos após a operação, você atingirá o seu peso final. Nesse período é muito importante a avaliação metabólica trimestral e o acompanhamento nutricional e psicológico.

Entre em contato!

Agende uma consulta ou tire suas dúvidas.